Páscoa chegando, como controlar sua alimentação.

A Páscoa está chegando e junto com ela, uma ameaça séria para o plano alimentar, afinal, as datas comemorativas são ótimas oportunidades de diversão e descanso, mas por outro lado, são períodos nos quais tendemos a nos exercitar menos e comer mais. Ou seja: um prato cheio para o ganho de peso! A flexibilização da dieta durante a Páscoa pode se refletir de forma negativa na balança, porém, mesmo que seja difícil resistir a algumas tentações, com equilíbrio e bom senso é possível fazer boas escolhas e aproveitar a data especial sem sair da linha. Ficou curioso? Então confira as nossas dicas para controlar a alimentação!

Operação Pré-Páscoa Pegue leve nos dias que antecedem a Páscoa, pois caso algum deslize seja cometido, esse cuidado prévio compensará os excessos do feriado. Evite o excesso de açúcares, enlatados, carboidratos e alimentos gordurosos. Os produtos processados e refinados também devem ser consumidos com moderação. Converse com o seu instrutor para reformular o treino e intensificá-lo respeitando os limites do seu corpo.

Comece pela salada Falando assim soa até desanimador, afinal, comer folha pode não parecer muito atrativo em um feriado. Quem pensa desse modo definitivamente precisa dar uma chance às saladas ricas e variadas, que enchem o prato de cor e sabor. Certamente a opinião mudará! Aposte em ingredientes como palmito, azeitona, milho, azeite e mussarela de búfala para dar um toque especial às receitas. Legumes cozidos e folhas cruas e crocantes também são bem-vindos. Esses alimentos, além de possuírem poucas calorias, são riquíssimos em fibras e aumentam consideravelmente a sensação de saciedade. Tome cuidado apenas com os molhos e acompanhamentos, já que alguns podem ser muito gordurosos e calóricos.

Peixe: como manda a tradição Na sexta-feira de Páscoa, o peixe é tradicionalmente o prato principal do almoço de muitas famílias. Aderindo à tradição ou não, o fato é que os peixes são ótimas (e deliciosas) fontes de proteínas, super recomendadas durante o ano inteiro. Vale destacar que o tipo de peixe preferido na época de Páscoa é o Bacalhau, alimento rico em fósforo, ferro, vitaminas A, D, E e do complexo B. Como o preço do Bacalhau tende a elevar nessa época, atrapalhando os planos de quem deseja fazer a típica bacalhoada, outra boa opção para não deixar de consumir peixe é escolher o Atum, ingrediente perfeito em receitas de tortas e saladas.

Frutas de sobremesa Eduque seu paladar e aprenda a comer frutas no lugar das sobremesas elaboradas, como mousses, bolos e tortas. Na páscoa as frutas podem ser consumidas com um pouco de chocolate, em forma de fondue ou espetinho. Mas não exagere na dose! Essas receitas tendem a ser muito calóricas e podem colocar a sua dieta a perder. Prefira as frutas mais docinhas, que dispensam acréscimo de açúcar. Manga e uva são ótimas alternativas nesse sentido. Outra boa opção é assar frutas como abacaxi ou banana com canela. Você vai se surpreender como a vontade de doce é saciada!

Coma pequenas porções Procure ingerir pequenas porções durante o dia  para manter o metabolismo acelerado e a fome saciada. Não repita as refeições, controle a quantidade de alimentos colocados no prato e opte pelos preparos menos calóricos. Cumpre ressaltar que as pequenas porções transmitem a mensagem de saciedade de forma mais rápida para o cérebro. É importante também criar o hábito de observar as opções antes de colocá-las no prato. Esse processo deve ser mais racional do que emocional. Sair colocando um pouquinho de cada receita não é um bom caminho!

Saiba escolher o chocolate Se você é um chocólatra assumido e inveterado, a Páscoa certamente é uma de suas datas comemorativas preferidas, não é mesmo? Ainda que você se enquadre nesse perfil, há como controlar a alimentação e evitar que o chocolate se transforme no vilão da sua dieta. Prefira as versões meio amargas ou as funcionais, com alta concentração de cacau (50% a 70%), acrescidas de colágeno. As barras de cereal cobertas com chocolate também podem ser ingeridas, mas com bastante moderação. Caso você ganhe muitos ovos de páscoa, fracione os pedaços e não consuma tudo de vez. Dividir o presente com a família também ajuda combater a tentação!

Alfarroba: uma alternativa ao chocolate Parece chocolate, tem gosto de chocolate,  cheiro de chocolate, mas não é chocolate! O doce de alfarroba é uma alternativa perfeita para quem deseja ter saúde, mas não abre mão do sabor. A alfarroba é um vegetal nativo da costa do Mediterrâneo e tem se transformado em uma grande aliada dos atletas apaixonados por chocolate. A vagem marrom-escura e adocicada tem alto poder antioxidante, além de trazer inúmeros benefícios para o corpo. Ela é rica em fibras e  vitaminas do complexo B, nutrientes que atuam de  forma expressiva no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. O doce é feito da polpa de Alfarroba e pode ser encontrado no mercado em forma de barras, bombons, em pó, trufas e pasme: até em forma de Ovo de Páscoa. E aí, gostou das nossas dicas? Vai colocá-las em prática? Compartilhe as suas opiniões conosco! Feliz Páscoa e bons treinos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here