Quanto mais tempo você passar na academia, melhores resultados você alcançará na hipertrofia, certo? Nada disso! Já está comprovado cientificamente que se a intenção for aumentar e definir os músculos, o método ideal é moderar nos treinos. Nesse caso, menos é mais! Atualmente tem acontecido um movimento interessante nas academias e uma nova forma de treinar está sendo instituída nas salas de musculação. Segundo Luis Fernando Coimbra, “o treino tradicional, com alta sobrecarga e duração prolongada, está cedendo lugar a um novo modelo de musculação, no qual o tempo é reduzido, para alcançar mais ganhos”. Quer entender melhor como isso funciona? Então continue lendo nosso artigo!   Menos treino, mais resultados. Será possível? Apesar da comprovação científica, essa afirmação está cercada de polêmicas e dúvidas, tanto entre os profissionais, quanto entre quem pratica musculação. O fato é que essa é uma realidade da qual não se pode fugir: treinos curtos podem gerar mais resultados. A janela fisiológica de 45 a 60 minutos é suficiente para que o corpo conquiste bons ganhos e responda bem às atividades propostas. É importante respeitar os limites físicos e permanecer dentro dessa janela, pois os resultados podem ser surpreendentes!   Porque o corpo reage melhor aos treinos menores? A partir dos 45 minutos de treino, acontece o pico de somatotrofina (hormônio do crescimento). Se o treino passa de 1 hora, os níveis hormonais caem e o corpo entra em um intenso processo de fadiga, passando a produzir cortisol e culminando no catabolismo. O catabolismo, por sua vez, é uma condição indesejável para quem quer ganhar massa muscular, já que ocasiona o desgaste excessivo da musculatura. Um princípio básico da hipertrofia é considerar que a musculação pode ser muito estressante para o corpo quando a carga de treino é inadequada. Nesse sentido, a estruturação de uma rotina de exercícios equilibrada, bem como, o estabelecimento de períodos de descanso, são fatores determinantes para o progresso de quem treina.   Muita força + tempo prolongado = poucos resultados Essa conta nunca vai fechar para quem pratica exercícios físicos, mas infelizmente muitos atletas precisam lidar com ela ao se depararem com os resultados de meses e meses de treinos puxados. Não dá para negar que boa parte das pessoas começa a treinar buscando resultados rápidos. No afã de conquistar um corpo definido, atletas se dedicam diariamente, intensamente e prolongadamente, sem avaliar os riscos que isso pode trazer para a saúde. Além disso, muitos desconhecem que esse método pode ser ineficaz para a hipertrofia, já que muito esforço e energia são gastos na obtenção de resultados desproporcionais (pouco ou nenhum ganho).   Treinos curtos são poderosos aliados da motivação De acordo com Luís Fernando Coimbra, quando não atingem o objetivo no tempo esperado, as pessoas tendem a se frustrar e estagnar diante da primeira dificuldade, encontrando assim o pretexto ideal para não continuar a rotina de exercícios. Não raro é ver pessoas abandonando os treinos e, citando a falta de resultados como principal motivo para a evasão. Os treinos curtos surgem nesse contexto como motivadores, pois oferecem um estímulo claro: treinar menos funciona mais! Atraídos por essa proposta, pessoas que haviam desistido dos exercícios, estão retornando para as salas de musculação com mais foco e determinação para atingir suas metas.   Como potencializar os resultados, sem exagerar no treino? Luís Fernando indica treinos de duas a três vezes por semana para os iniciantes, sendo que o tempo de duração deve variar entre 45 e 60 minutos. Os intervalos semanais permitem que o corpo descanse, além de possibilitar que o atleta realize atividades complementares para turbinar os resultados. O profissional acrescenta ainda que os alunos intermediários e avançados estão aptos a treinarem de quatro a seis vezes por semana, mas sempre com um menor volume de exercícios e maior intensidade na execução. Essa estratégia é super recomendada para quem busca conquistar ótimos resultados, com prazos realistas e factíveis. E aí, como seus treinos estão estruturados? Tem treinado mais de uma hora por dia e os resultados não têm sido tão bons? Tome cuidado! Você pode estar treinando além da conta! Procure o seu orientador físico e reprograme a sua rotina de exercícios. Bons treinos!  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here