Durante a semana do dia 01 a 08 de agosto, comemoramos a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2018 que neste ano tem como tema “Amamentação – alicerce da vida”. Ela acontece em 120 países desde 1992, quando foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em homenagem ao “Agosto Dourado”, como é conhecido no Brasil, trazemos um assunto que interessa a muitas mamães lactantes. Afinal, amamentação e exercício físico combinam?

É recomendação da OMS que todo bebê deve ser amamentado até os 6 meses, pois o leite materno é a única fonte de nutrientes capaz de suprir todas as necessidades de um recém-nascido. A partir daí, aconselha-se a ingestão de outros alimentos para complementar a dieta, mas isso não impede a mamãe de continuar amamentando a criança até os 2 anos de idade ou mais.

Estima-se que 13% das mortes de crianças até 5 anos podem ser evitadas com a amamentação adequada. E as vantagens não param por aí:

Vantagens da amamentação:

  • o leite é rico em anticorpos.
  • evita diarreias, infecções respiratórias e alergias.
  • previne hipertensão, colesterol alto e diabetes.
  • contribui para o desenvolvimento cognitivo da criança.
  • reduz custos com mamadeiras e complementos.

Apesar de ser algo natural, esse assunto ainda gera muitas inseguranças e dúvidas, principalmente em mães de primeira viagem. Não se preocupe caso você tenha dificuldades nesse período. Procurar ajuda de consultoras de amamentação é uma dica bem-vinda.

Uma dúvida que também aparece muitas vezes para as lactantes é a possibilidade de voltar a realizar exercícios físicos. A seguir, explicaremos tudo para você 🙂

Amamentação e exercício físico combinam?

Sim. Segundo especialistas, praticar atividades físicas durante o período de lactação não só não prejudica a saúde do bebê e da mãe, como também auxilia o útero da mulher a recuperar seu tamanho normal. Além disso, diminui o risco de anemia, a formação de hemorragias no pós-parto e provoca uma gostosa sensação de bem-estar.

A partir de quando posso voltar a frequentar a academia? 

Tudo vai depender da liberação de seu médico. Mulheres que dão à luz por meio do parto vaginal geralmente podem se exercitar após 30 dias do nascimento do bebê. Já as que passaram por uma cesariana precisam esperar um pouco mais, cerca de 40 a 60 dias, segundo o obstetra e coordenador do Ambulatório de Obstetrícia e Especialidades Ginecológicas do Hospital Santa Lúcia, João Serafim da Cruz Neto.

Preciso tomar algum cuidado especial? 

É aconselhada a visita a um cardiologista para uma avaliação contra tromboses, infarto e variações na pressão arterial. Além disso, recomenda-se a ingestão de muito líquido, cerca de 20% a mais do consumo diário antes da rotina de treinos.

Tenho que evitar algum exercício?

Não é preciso. O certo é ouvir seu corpo e não realizar nenhum exercício que lhe faça sentir dor.

Devo amamentar antes de ir para academia? 

Sim. É aconselhado que se amamente cerca de 30 minutos antes e 30 minutos após a prática de exercícios físicos.

Quanto posso treinar? 

Segundo médicos, o ideal é treinar no máximo 5 vezes na semana, cerca de 15 minutos por dia.

Agora que você já sabe que amamentação e exercício têm tudo a ver, fique tranquila para voltar a malhar. Mas não se esqueça de escutar seu corpo e perceber os seus limites, tá bom? <3

Veja também: 4 dicas para as mamães voltarem às atividades físicas no pós-parto

Amamentação e exercício físico.

Você é novo por aqui e quer conhecer a estrutura da Cia Athletica?

Clique no botão e agende uma visita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here